setembro-amarelo-prevenção-ao-suicidio

O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção ao suicídio. Neste mês, diversos movimentos se reúnem e organizam campanhas ao redor do mundo para ajudar aqueles que sofrem com transtornos psíquicos intensos.

 

A história do Setembro Amarelo

O movimento Setembro Amarelo surgiu em 1994, nos Estados Unidos, após o suicídio do jovem de 17 anos Mike Emme. Ele era conhecido pela personalidade carinhosa e por sua habilidade mecânica, tendo como paixão um Mustang amarelo que ele próprio restaurara.

No funeral de Mike, seus amigos distribuíram cartões e fitas amarelas com mensagens de apoio e ajuda. A partir desse dia, a cor amarelo foi escolhida como símbolo do programa de apoio ao suicídio. 

No Brasil, a campanha foi criada em 2015 pelo CVV (Centro de Valorização da Vida) e hoje o movimento ganha apoio de prefeituras e empresas em boa parte do país. O amarelo, além de representar a cor do Mustang de Mike, também representa o sol, símbolo de preservação à vida.

 

A importância de debater o suicídio – Setembro Amarelo

Ainda se enfrentam dificuldades para falar sobre suicídio, mas o tabu já foi muito maior. A depressão é a principal causa de suicídio e atinge mais de 300 milhões de pessoas no mundo. No Brasil, são mais de 11 milhões de pessoas diagnosticadas com a doença.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), diariamente cerca de 30 pessoas se suicidam no Brasil e 90% dos suicídios estão relacionados a distúrbios mentais que podem ser evitados.

 

Quais os principais sinais de depressão? Setembro Amarelo

Existem inúmeros fatores que podem levar as pessoas a desenvolverem depressão. Devido ao grande preconceito em torno do tema, muitas vezes é difícil identificar seus sinais e também buscar ajuda.

Veja os principais indícios de depressão: 

– problemas de sono;

– pensamentos negativos frequentemente;

– desinteresse e apatia;

– baixa autoestima;

– dores físicas;

– sentimento de rejeição;

– irritabilidade;

– choro frequente;

– falta de vontade de fazer atividades simples;

– mudanças comportamentais bruscas;

– tristeza profunda.

 

Setembro Amarelo e o papel da psicologia na clínica renal

Geralmente ao descobrir o diagnóstico da doença renal e a necessidade de hemodiálise, o paciente renal sofre um forte abalo, por isso, o suporte psicológico é fundamental nesse período de transição. 

O suporte do profissional de psicologia permite que o paciente enfrente essa nova etapa com mais confiança e serenidade. A família do paciente também pode contar com o profissional para compreender como lidar melhor com a insuficiência renal crônica.

A importância do profissional de psicologia na clínica renal

 

Renal Quality – Apoio ao Setembro Amarelo e à vida

Diversos profissionais atuam em conjunto dentro de uma clínica de nefrologia para oferecer atendimento de paciente renal crônico. O psicólogo é um dos profissionais indispensáveis para ajudar o paciente a se adaptar e compreender a insuficiência renal. 

Para mais informações, acesse:

https://www.renalquality.com.br/site/fale-conosco/