A insuficiência Renal Crônica (IRC) é uma síndrome na qual ocorre a perda da função renal de forma progressiva, tornando incapaz a regularização da homeostasia. Isso faz com que o nosso organismo não consiga equilibrar as diversas funções e composições químicas do corpo.

Milhares de pessoas do mundo todo, e das mais diferentes faixas etárias, sofrem com essa síndrome. Hoje, existem várias opções de tratamento que visam melhorar a qualidade de vida dessas pessoas. Pode-se optar pela hemodiálise, diálise peritoneal intermitente, diálise peritoneal ambulatorial contínua, diálise peritoneal automática, mas para garantir um bom funcionamento do organismo e melhor qualidade no tratamento, uma alimentação balanceada e saudável é fundamental.

 

A importância de uma dieta equilibrada que beneficia os rins



A busca por uma dieta equilibrada e benéfica ao rim pode ser complexa e variar de acordo com a sua condição renal, por isso deve ser feita por um Nutricionista capacitado e com experiência em sua área de atuação.
Então, vamos conferir quais são as dicas alimentares que beneficiam o funcionamento do rim.

 

O consumo de água é essencial para os rins

 

O consumo de água é essencial para o bom funcionamento de todo o corpo, preparando o organismo para receber nutrientes e ajudando na eliminação de sódio, ureia e toxinas.

 

Presente nas frutas o ácido cítrico evita formação de pedras nos rins

 

O ácido cítrico previne a formação de cristais no rim, e pode ser adquirido com o consumo de laranja, abacaxi, tangerina e limão. Além disso, são ricos em antioxidantes que fortalecem nosso sistema imunológico. O cálcio também é agente importante na prevenção de pedras no rim, podendo ser obtido com a ingestão de folhas verdes-escuras (couve, chicória, espinafre, rúcula entre outras).

 

O consumo balanceado de proteínas, sódio e potássio são indicados para os pacientes renais.

 

As pessoas com distúrbios renais que estão em tratamento podem fazer o consumo de carboidratos (arroz, macarrão, pão) pois fornecem a energia necessária para o dia a dia. Porém, é importante controlar a quantidade de proteínas, sódio e potássio que são ingeridas. O consumo desses nutrientes deve ser balanceado de modo que não sobrecarregue o funcionamento renal, já que o rim não está trabalhando de forma ideal, podendo acumular tais nutrientes no corpo.

Com isso, é importante controlar a ingestão de alimentos industrializados, ricos em sódio, e priorizar o consumo de alimentos naturais, de forma a complementar o tratamento ou prevenir doenças renais.