Se você perguntar para alguém que já possuiu cálculo renal qual é a pior dor que já sentiu, a resposta será bem óbvia. É um problema que vem atingindo cada vez mais a população, pois uma de suas principais causas é a má alimentação.

Cálculo renal nada mais é que uma massa sólida que vai se formando a partir de pequenos cristais oriundos do acúmulo do ácido úrico, fósforo e cálcio. A “pedrinha” pode se formar em qualquer parte da via urinária, sendo inicialmente assintomática.

Geralmente, são identificados por meio de um ultrassom de rotina ou após a temida cólica renal, reconhecida por sua intensidade. O interessante é notar que a pessoa só sente o sintoma quando o cálculo está se deslocando até a bexiga para sair do corpo.

Quais as causas?
Uma das causas mais conhecidas dos cálculos renais são os maus hábitos alimentares: pouco consumo de líquidos, consumo em excesso de sal, sódio, proteína animal, alimentos industrializados e refrigerantes.

Como evitar?
A boa notícia é que é possível prevenir cálculo renal por meio de mudanças na alimentação, cortando os excessos, priorizando verduras, frutas e legumes e consumindo bastante líquido, como água e sucos.
Aqui, trago uma curiosidade: sabia que frutas cítricas ajudam a prevenir pedras nos rins? O ácido cítrico é eliminado na urina como citrato, substância que impede a união de moléculas de cálcio e sódio. Desta forma, a formação dos cristais é prejudicada.

No entanto, se você é renal crônico, sempre fique atento ao consumo dos líquidos e siga as orientações do seu médico ou nutricionista 😊